13
Jul

O TRANSBOAVISTA ART EDIFÍCIO oferece estágios não-remunerados de dois meses, de forma a que os estagiários ganhem experiência e conhecimento da realidade de trabalhar numa instituição de arte. O estagiário cumpre 2 a 3 dias por semana (14 – 19:30) junto do staff do Edifício Transboavista.
Este é um estágio voluntário mas exige-se que o candidato demonstre motivação e dedicação, para aprender no universo da arte e da cultura.

Para mais informação, T +351 213 433 259 E transboavista.vpf.art@gmail.com ou pelo Facebook

Publicado a 13 de Julho de 2012

31
Jan
Miúdos ao Sábado
Um país imaginado

dsc001891

Ateliers de Expressão Plástica para Crianças no Edifício Transboavista VPF Art

Datas Sábados

Duração 2h30 (14:30 às 17h)

Idades dos 6 aos 12 anos (máx.12 crianças)

Preço 10€ por criança

Marcações Transboavista -213433259 / 961106 590

Catarina Botelho 964 625 472

Local Edifício Transboavista – Rua da Boavista 84

Transportes Metro Cais do Sodré; Autocarros 60 e 727

Monitora Catarina Botelho + 1 Assistente

  

Miúdos ao Sábado

Os Ateliers “Miúdos ao Sábado” são um espaço de experimentação plástica, para crianças e jovens, que decorrem no contexto do edifício Transboavista – onde existem 3 espaços expositivos com 3 propostas diferentes de Arte Contemporânea.  

Pretende-se nestes ateliers desenvolver e estimular a experimentação plástica num atelier prático que se articula com os temas e obras de cada exposição patente numa conversa/visita prévia.

 

Atelier 1

Um País Imaginado

O que são fronteiras? O que é ser estrangeiro? Como são as outras partes do mundo? Que Línguas se falam e o que se lá come?

Sabemos que noutros países há praias com palmeiras; se come comida picante e peixe cru; que se vive em cabanas na selva ou em iglôs de gelo; falam-se outras Línguas;   há cangurus e cobras; prédios de 50 andares; desertos com camelos ou montanhas com neve.

Mas e se o mundo fosse um só país onde todos vivêssemos, como seria esse país?

Com embalagens, madeira, esferovite, entre outros desperdícios, e tintas de todas as cores vamos construir e pintar um país imaginado!

 

A partir da exposição “Convite Cordial” (na Plataforma Revólver), onde artistas de várias nacionalidades trabalham sobre as ideias de fronteira, viagem, migração, parte-se para a construção de um país onde todos pudéssemos viver. Um país imaginado e construído por cada menino.

Publicado a 31 de Janeiro de 2009